Pinho
   
 
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, JACAREPAGUA, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese
 

  Histórico

Categorias
Todas as mensagens
 Automóveis
 Informática
 Diversos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Fotolog Pinho




 

 
 

Luz sem eletricidade

Muito interessante a matéria. Desenvolveram um material luminoso capaz de gerar luz por até 12 anos, sem utilizar eletricidade.

-

A companhia MPK Co. desenvolveu um novo material luminoso capaz de gerar luz constante por 12 anos sem abastecimento de energia elétrica. Baseado na chamada litroenergia, o novo material é composto de micropartículas luminosas chamadas litrosferas, atóxicas e baratas, chegando a substituir uma lâmpada incandescente de 20 watts, conforme o site Treehugger.

Criada com base em tecnologia betavoltaica, que utiliza como fonte de energia um gás radiativo, as litroesferas são manufaturadas de modo a produzir uma leve emissão de elétrons incapazes de penetrar o vidro ou a parede de polímero em que forem colocados, explica o site Gizmodo.

A luz emanada pode ser projetada para brilhar em qualquer cor, além de poder ser moldada ou acrescentada à tinta. Para iluminar um pedaço de plástico de 21 x 27 cm o material empregado custaria apenas US$ 0,35.

"A tecnologia tem potencial para economizar bilhões em custo energético no mundo, a litroenergia ultrapassa todas as opções de iluminação conhecidas por custo, durabilidade, confiabilidade e segurança", diz Steve Stark, da MPK.

A companhia prevê que o invento será utilizado primeiro em equipamentos de segurança. Mais informações podem ser obtidas em tinyurl.com/28m98s.

Fonte: http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI2149837-EI4799,00.html (Portal Terra).



Escrito por nevesrj às 12h33
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

CÂMERA COM DÍNAMO

 

Depois de ficar tanto tempo fora, estou de volta.

Como muitos já sabem, mudei-me do Rio de Janeiro para Paranavaí. Ainda é cedo pra dizer por quanto tempo ficarei aqui, já que a família toda está no Rio, e nunca fiquei tanto tempo longe deles.

Espero que tudo dê certo na terra da laranja. :)

--

Esta é a primeira câmera digital do mundo que não usa bateria. Para a Twil N Take, da Sony, funcionar, basta rolá-la sobre uma superfície. O dínamo vai gerar 'carga' suficiente para tirar uma foto em até 40 segundos. A resolução é de 3 mega-pixel. A apresentação da novidade aconteceu na quinta-feira (13) em Tóquio, em uma feira de produtos ecologicamente corretos. A Sony não revelou o preço nem o início das vendas. (Fotos: AFP/ Yoshikazu Tsuno)

Fonte: G1



Categoria: Informática
Escrito por nevesrj às 14h26
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Acer...

Notebook Novo

Foto: Rodrigo da S. Neves (Nokia 5200)

Esta coluna é rápida, ando muito sem tempo pra postar por aqui.

Estou em Paranavaí desde segunda passada (17/09), e comprei um notebook Acer Aspire 3050. É um Sempron 3500+ (1.8Ghz), com 1GB de ram e 80gb de HD, além de 256mb de vídeo compartilhado e gravador de DVD Pioneer.

A primeira impressão é boa. O note é bonito, leve, tem boa tela de 14.1 WXGA. Carreguei-o na maletinha quando comprei, e agora utilizo a mochila que comprei para o note antigo (o pesado Compaq Armada 1700).

Agradou - Desenho, tela, velocidade, estabilidade, preço

Desagradou - Teclado com teclas de atalho pra ? e / (não são diretas), esquenta um bocado no calor aqui de Paranavaí, tecla bluetooth só de enfeite e caixas de som muito ruins.

O note custou 1.900,00 reais em uma loja aqui de Paranavaí, e estou usando desde sexta numa boa.

Depois posto um artigo mais completo sobre tudo dele.

Abraços!



Categoria: Informática
Escrito por nevesrj às 22h28
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Fórmula-1

McLaren inocente?

Muitos esperavam uma punição mais severa para a McLaren no caso de espionagem. Pra quem não acompanha o caso, Nigel Stepney (engenheiro da Ferrari), roubou folhas com o projeto do atual carro da equipe italiana, e repassou-o à um amigo, também engenheiro, que trabalhava pra McLaren. Além da McLaren descobrir os segredos da rival, teria meses de trabalho poupados. E na F-1, tempo é fundamental.

Ron Dennis sempre jurou que não utilizara nada do projeto, e que, como um certo presidente de uma república de bananas, não sabia de nada.

Possivelmente a McLaren não tenha utilizado mesmo o projeto para benefício próprio, embora tenha acusado a Ferrari de utilizar um certo componente proibido no fundo do carro, coisa que só percebe-se com o projeto em mãos.

Na verdade, a temporada de 2007 está bastante equilibrada. Todos os pilotos que lutam diretamente pelo título de 2007 (Hamilton, Alonso, Raikkonen e Massa) ganharam corridas e fizeram suas poles. A temporada está bastante equilibrada, mas não por mérito de todos os pilotos. A McLaren do ano passado era ruim, e a equipe ficou em terceiro lugar no mundial de 2006. Mas então, o que explicaria esse salto enorme de qualidade?

Eu diria que, na verdade, a McLaren não deu um salto de qualidade tão significativo assim. Em 2006 ela contava com o "ice man" Raikkonen, e com De La Rosa. Em 2007, trouxe Alonso (campeão em 2006) e Hamilton, ótima revelação. Ao mesmo tempo, a Ferrari perdeu pra aposentadoria o melhor piloto da atualidade (o heptacampeão Michael Schumacher) e trouxe, para ser o companheiro de Felipe Massa, Raikkonen.

Só aí a Ferrari já perdeu bastante. Mas não acaba aí: a Ferrari também perdeu Ross Brown, que cuidava da estratégia da equipe e também se aposentou.

Se era pra punir a McLaren, que fosse exemplarmente. Se houve a punição, houve porque ela acredita que a equipe trapaceou. E se trapaceou, os pontos dos seus pilotos deveriam ser zerados, e a equipe excluída da temporada.

Na minha opinião, deveriam vistoriar os dois carros. Havendo similaridades entre os dois, punia exemplarmente a McLaren. Não havendo peças ou desenhos em comum, livraria a equipe de ter que pagar multa e perder os pontos.

 



Categoria: Automóveis
Escrito por nevesrj às 17h50
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Gambiarra...

Gambiarra Motors

 

Um assunto que me interessa bastante, além de informática, é automóvel. Desde criança sou louco por carros e, enquanto os coleguinhas brincavam de bola, bonecos ou os "piques"da vida, eu ficava sozinho curtindo meus carrinhos e, mais tarde, meus video-games.

Os dois carros da foto são o primeiro Chevette fabricado no Brasil (embora a versão GP tenha saído alguns anos após o lançamento, o modelo "tubarão" foi o primeiro fabricado no Brasil), e o úlimo modelo do nosso Astra (aqui chamado de Vectra GT).

Sou contra a política da GM de pegar carros de categoria inferior e vendê-los como carros superiores. O Vectra GT é o Astra europeu, mas na base da gambiarra (usando chassi de Astra da geração anterior).

Acho que a GM deveria, pelo menos, vender o Astra com o nome de Astra mesmo. O brasileiro é bobo, mas nem tanto. Muitos acessam internet e já conhecem o Vectra europeu. É maior, mais confortável e equipado do que o nosso, já que pertece à uma categoria superior.

A diferença principal dos dois começa na suspensão traseira, que no nosso Vectra é por barra de torção, enquanto lá fora, usa-se multi-braço (conceitualmente falando, o deles é bem mais novo que o nosso).

A Volkswagen tem o Jetta pra disputar mercado com esse Vectra, e lá fora o Jetta concorre com o mesmo carro, só que lá recebe o nome original.

A GM deveria deixar um Vectra com suspensão original e mais bem equipado, e vender o Astra com a carroceria antiga mesmo. Seria mais honesto com o consumidor.

Coloquei as fotos acima pra lembrar que, lá fora, o Chevette era chamado de Kadett, e foi antecessor do Astra. Aqui no Brasil o Chevette entrou no lugar que devia (carro de entrada), e agora ele ocupa o posto de carro mais caro da GM fabricado no Brasil. E se na época o Chevette foi lançado primeiro aqui no Brasil, esse Astra / Vectra chega por último aqui, já que até nos EUA (mercado pequeno para a Opel, onde ele é vendido como Saturn Astra) ele já foi lançado.



Categoria: Automóveis
Escrito por nevesrj às 19h22
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

ADSL-problema

 

Se já não bastasse a porcaria de conexão banda-larga que tempos aqui no Rio (cable ou ADSL), venho notando também que os modems ADSL utilizados pela Telemar/Oi são muito ruins. Já vi vários queimarem (SpeedStream ou Huawei MT XXX), e agora ela adotou pra uso no Velox dois modelos, o Thomsom Speedtouch ST510 v6 e o D-Link 500B. São modems problemáticos: o primeiro por não permitir roteamento via web-page (só através de um programa instalado no computador), e o outro por ser muito instável.

Estou com um D-Link pra testes, que comprei pra um amigo / cliente, e ele apresentou defeito. Já é o segundo que apresenta defeito, com usuários diferentes: o primeiro, fornecido pela Oi / Telemar, recusava-se à trabalhar com determinado tipo de hub/switch, e o outro apresenta problemas no controle de erros, mesmo não existindo problema na linha.

Neste segundo eu atualizei firmware e fiz, junto com a atendente da D-Link, a "modulação" do aparelho (configuração da modulação dele). Parece que não adiantou.

Pra quem utiliza Velox e precisa comprar um novo model adsl, fica a sugestão: entre os mais baratos, compre o Speedtouch. A D-Link tem aparelhos até bonitos, mas muito problemáticos.



Escrito por nevesrj às 22h33
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

A lightsaber is not a toy.

The Simpsons Star Wars

Está rolando no Youtube - http://www.youtube.com/watch?v=V_38vPCjB0Q - um vídeo com uma paródia do Star Wars, mas com personagens dos Simpsons.

O autor é o cartunista Rich Cando, e ficou muito bom. Quem curte os dois, assim como eu, vai morrer de rir da nova entrada da série.



Categoria: Diversos
Escrito por nevesrj às 22h14
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Explodiu?

Mais um...

Mais um caso de notebook pegando fogo por culpa da bateria, agora da Dell.

http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI1879897-EI4799,00.html

Por essas e outras eu evitava utilizar o meu antigo Compaq Armada 1700 no colo e, quando precisava, era sempre com uma almofada grande por baixo, pra amortecer mais o psicológico do que a explosão hehehe.



Categoria: Informática
Escrito por nevesrj às 21h27
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

DVD de 1 TB

DVD de 1 terabyte

Uma empresa isralense criou um novo disco de DVD com capacidade de 1 terabyte (contra 0,047 terabyte do atual (4,7GB), ou 0,085 o dual layer (8,5GB)).

O bicho "utiliza moléculas sensíveis à luz denominadas cromóforos para criar matrizes semelhantes a hologramas e, assim, atingir a capacidade de 1TB".

Em 1998 eu fiquei feliz ao adquirir, por 450 reais, um ótimo gravador de CD da marca Lite On, que gravava a espantosos 8X (quando a maioria gravava a 2x) o imenso CD-R de 650MB.  

http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI1874213-EI4801,00.html



Escrito por nevesrj às 18h25
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Carga tributária

MALDITOS IMPOSTOS

Passei por um site e encontrei esse anúncio da imagem acima: um notebook custando menos que um iPhone lá nos EUA.

Até quando pagaremos pesados tributos sobre o que consumimos? Na conta de telefone vem 30% de imposto, as compras do mês também não escapam, isso sem contar no valor final de um automóvel (que carrega 40% só de impostos) e o IPVA (o imposto serve pra melhorias nas pistas onde trafegamos, mas cadê o asfalto liso? Quando muito tapam alguns buracos, e deixam as pistas com mais desníveis do que a superfície lunar).

A CPMF era pra ser um imposto provisório, arrecadando para a área da saúde. O imposto já é fixo há anos, e a saúde continua o caos de sempre.

O notebook mais barato da Acer no Brasil tem preço em torno de R$ 1.800,00 reais, quase 4 vezes mais o que pagam os americanos.



Categoria: Informática
Escrito por nevesrj às 02h59
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

desbloqueio

DESBLOQUEIO DE CELULARES

O mercado paralelo de desbloqueio de celular no Brasil não é novidade pra ninguém. Se existe algo proibido, sempre haverá alguém pra burlar. Mas esse aí passou dos limites, e fritou o recém-lançado iPhone, da Apple - http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI1871339-EI4799,00.html.

Como dizem, não faz-se omeletes sem quebrar alguns ovos, e o aprendizado do guri custou alguns dólares.

Enquanto as empresas no Brasil liberam seus celulares pra uso em qualquer operadora, a Apple vai na contramão e atrela o seu à apenas uma empresa. Com isso, aquece o mercado de desbloqueio em todo o mundo. Mas cá entre nós: com celulares de todos os tipos por aí, por mais que seja bom, precisa tanto trabalho e prejuízo só pra ter um aparelho que é novidade no mercado? Acho que sim.



Categoria: Diversos
Escrito por nevesrj às 22h54
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

NOKIA

Não conheço alguém que tenha comprando tantos celulares quanto eu. Desde 1998, quando o governo resolveu liberar a concorrência e surgiu a banda B aqui no Rio de Janeiro, eu tive em torno de 40 aparelhos diferentes. Desde o "tijolão" Motorola Multitac 725 até o atual Nokia 5200, tive aparelhos de todo tipo: com flip só na parte do teclado, sem flip (barra), flip nele todo e slider. E passei por quase todas as marcas, das mais conhecidas às completamente novas no mercado.

De todas as marcas, identifiquei-me mais com a Nokia. O primeiro Nokia que tive foi um 6180i (o da foto), que já vinha com acesso à internet inclusive.

Sempre gostei dos telefones da Nokia por terem baterias que duravam uma eternidade (embora hoje em dia sejam iguais aos outros nesse quesito), e por terem um ótimo despertador, que funciona mesmo com celular desligado.

E por falar em Nokia, segue abaixo um link com a relação de todos os telefones que utilizam a bateria 5c que, segunda a Nokia, pode causar super-aquecimento.

http://batteryreplacement.nokia.com/batteryreplacement/en/

A Nokia comprometeu-se a trocar as baterias gratuitamente.



Escrito por nevesrj às 14h20
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Inclusão Digital

Ter um computador há quinze anos não era tão simples. O mercado se abria aos produtos de fora, e tudo era mais caro, além de difícil de achar. Um telefone custava o preço de um carro, e a internet ainda estava engatinhando lá fora. Poucos tinham computador, que eram utilizados em sua maioria em empresas, e para aplicações específicas.

Hoje o quadro é completamente diferente: fábricas no Brasil, mercado de informática e importações completamente abertos, telefone de graça e com tarifas reduzidas, banda-larga e equipamentos com preços bem em conta, sejam usados ou novos.

Com o mercado nesse estágio, tudo ficou mais fácil. Dá pra falar com o tio japonês que mora na Alemanha, fazer compras de qualquer tipo, acessar sua conta bancária, vender o que quiser, baixar suas músicas preferidas e diversas outras tarefas. Mas será que as pessoas estão preparadas pra isso?

O que se vê hoje, levando-se em conta só a internet, são pessoas completamente despreparadas para o uso de ferramentas tão úteis. São pessoas que acessam sites suspeitos por simples curiosidade, enviam spam ou as famigeradas correntes (crentes que vão ajudar alguma criança com câncer, que nem devem ter aguentado tanto tempo de espera, já que algumas correntes tem uns 10 anos ou mais de existência).

São pessoas que entram em pânico quando topam com alguma pane no computador, mas não se dão ao trabalho de aprender um pouco mais sobre o funcionamento do mesmo para, pelo menos, chegar perto de decifrar o problema, seja pesquisando na internet ou comprando um livro sobre o assunto.

Não é falta de informação: em qualquer site de busca, acha-se tudo sobre qualquer assunto. Desde receita de bolo, até como montar um computador inteiro. Então o que falta? Por que há tantos com dificuldades, se é tão fácil procurar na internet?

Talvez preguiça. Mas devia haver pelo menos um pouco de interesse em saber sobre o que se usa, seja o PC de casa, seja o celular ou o vídeo-cassete. Aprender nunca é demais. Mesmo que não seja pra dominar completamente, pelo menos o básico.

Não é possível que não haja pelo menos um pouco de interesse.



Escrito por nevesrj às 04h11
[] [envie esta mensagem
] []


 

 
[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]